Identificação projetiva - alguns aspectos clínicos

Por Luana Menezes Guedes¹

É dominada pela necessidade do bebê de afastar ansiedades e impulsos, através da cisão do objeto - originalmente a mãe, bem como do self, da projeção dessas partes escindidas para dentro de um objeto, que é então sentido como, ou identificado como - essas partes escindida, o que colore a percepção que o bebê tem do objeto e sua subsequente introjeção.

Administrador
Leia mais
Luz, Câmera e Divã

Por Ingrid Ramos1

A formalidade no falar e a cor branca por todos os pontos onde os olhos batem não ajuda quando se trata em encontrar seu melhor amigo depois de anos. Definitivamente os consultórios médicos são gelados e esfriam todos os sentidos.

Administrador
Leia mais
Homofobia e a violência da intolerância

Por Navanethem Pillay (Navy Pillay)1

Seth Walsh tinha 13 anos quando foi até o jardim da casa onde morava com sua família, na Califórnia, e se enforcou. Seth é um dos seis adolescentes que sabemos que se suicidaram nos EUA, só em setembro, devido ao que sofreram nas mãos de perseguidores homofóbicos.

Administrador
Leia mais
Este é o meu corpo

Por J. P. Coutinho1

Contemplo exércitos de infelizes que marcham para dentro da academia em busca de formas perfeitas. Caro leitor: você está contente com o seu corpo? Pense bem. Olhe-se bem. Os ingleses não estão.

Administrador
Leia mais
Por que sentimos inveja dos outros?

Por Camilo Rocha1

A inveja é uma das nossas vilãs preferidas, desde tempos imemoriais. A ideia do “olho mau” aparece em registros de diferentes povos do mundo antigo, sempre como algo do qual precisamos nos proteger¹.

Administrador
Leia mais
Notação, atenção e interpretação

Por Alê Esclapes1

A partir de três trabalhos de Freud (Projeto para uma psicologia cientifica, A interpretação dos sonhos, e Dois princípios do funcionamento mental), Bion explora os conceitos de notação e atenção. A notação seria uma palavra mais ligada a armazenamento de informações.

Administrador
Leia mais
Um gole de perversidade

Por Fernanda Nascimento1

Seja em proporções “normais” ou destoantes, atos perversos sempre foram cometidos ao longo da história da humanidade.“O que mais aumenta a indignação contra o sofrimento não é o sofrimento em si, mas a falta de lógica do sofrimento.” Friedrich Nietzsche

Administrador
Leia mais